Sejam bem-vindos ao Mackenzie Davis, a sua fonte sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará todas as novidades mais recentes sobre a Mackenzie, desde seus projetos até fotos e vídeos. Fique a vontade para desfrutar de todo o nosso conteúdo e volte sempre a nos visitar!
Arquivo da categoria: 'ensaios fotográficos'
08
11

Os atores Natalia Reyes (Danny), Mackenzie Davis (Grace) e Gabriel Luna (REV-9) do último filme da série Exterminador, O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio, falaram sobre os seus pensamentos sobre este trabalho ao CinemaToday durante a sua passagem por Tóquio, Japão. Essa é a sequência legítima do monumento de ação T2 (1991), com Arnold Schwarzenegger como T-800 e Linda Hamilton como Sarah Connor pela primeira vez em cerca de 28 anos.

Natalia, intérprete de Danny, que detém a esperança para o futuro da humanidade, lembra que a presença de Linda a ajudou. “Eu era uma pessoa muito doce e humilde, mas de repente eu me tornei Sarah Connor quando entrei em cena. Fiquei surpresa porque era completamente diferente o jeito de falar e andar. Ela foi uma presença difícil e inspiradora, filmando. E quando as lágrimas vinham, ela me incentivou a trabalhar mais e continuou me apoiando.

Por outro lado, Gabriel colidiu com Sara no papel de REV-9, um novo exterminador que persegue Danny e os outros. “Os membros do elenco eram realmente bons amigos comigo, mas a minha primeira amiga era Linda. Embora tomássemos o café da manhã juntos e de repente Sarah Connor atirava em mim.“, ele sorri.

O REV-9 é um inimigo forte que se separa em um exoesqueleto líquido e um esqueleto interno semelhante, e o ato de atacar os inimigos com precisão é influenciado pelos filmes de samurais japoneses. O esqueleto interno também é interpretado por Gabriel com captura de movimento, e foi o método de treinamento do diretor de renome mundial Tadashi Suzuki que o ajudou. “A técnica dele é colocar o corpo em um estado desconfortável e continuar a história, concentrar-se, reconhecer o público, não fazer nada e agir enquanto assiste tudo. Tenho que expressar meu papel apenas com o meu próprio corpo, então tentei contar ao público sobre a existência do REV-9, referindo-se à técnica“.

Mackenzie também teve que enfrentar uma ação pesada como Grace, uma futura guerreira que luta contra o REV-9. A própria admite que não é boa na ação, afirmando: “Eu dizia que não achava que eu me encaixava nesse papel, todos os dias no set. Foi realmente difícil. Comecei a treinar com um treinador três meses antes das filmagens, e continuamos durante as filmagens por meio ano. Havia também restrições alimentares. Mas tudo terminou certo, graças ao apoio de dois dublês e grandes amigos.

E o criador da série James Cameron serviu como produtor ao lado do diretor Tim Miller neste filme, que levou um megafone para o set. Com as filmagens acabadas, tais esforços foram recompensados. Mackenzie disse: “ que filmamos por um curto período de tempo, por cerca de meio ano, parece que todo mundo estava correndo de curta e longa distância ao mesmo tempo. Estou muito feliz do filme ter estreado.

O filme O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio já está disponível mundialmente.

04
11

Uma das sagas mais populares do cinema resiste à morte. E para conseguir isso, nesta ocasião, o futuro da franquia – e o da humanidade – está nas mãos de três mulheres: Linda Hamilton, Natalia Reyes e Mackenzie Davis, que se unirão para aniquilar a máquina inteligente que intervêm à sua maneira, em O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio.

Quando foi anunciado que um novo filme da franquia estava sendo preparado, muitos a consideraram uma notícia má. Longe vão aquelas duas entregas iniciais que marcaram uma geração inteira e constituíram um divisor de águas em questões de efeitos especiais na sétima arte. As coisas mudaram quando o retorno de uma das maiores heroínas de ação dos tempos modernos foi confirmado: Linda Hamilton como Sarah Connor. A expectativa alcançou o céu quando Tim Miller (Deadpool, 2016) foi confirmado como diretor e que o próprio James Cameron estaria envolvido no projeto como produtor. Foi então que o sexto filme da franquia atraiu a atenção de espectadores e fãs da franquia iniciada em 1984.

O longa-metragem em questão será uma sequela direta de T2 e contará com três mulheres: Hamilton como Connor, a colombiana Natalia Reyes (Lady, a vendedora de rosas, 2015) como Dani Ramos e Mackenzie Davis (Blade Runner 2049, 2017) como Grace, um tipo de protetora que vem ao nosso mundo para aniquilar o Exterminador (interpretado por Gabriel Luna). Obviamente, o grande Arnold Schwarzenegger não poderia ser deixado de fora no elenco, repetindo o papel pelo qual sua popularidade se multiplicou. Um pelotão de primeiro nível.

No entanto, o anúncio também foi cercado de controvérsia. Vivemos momentos em que qualquer comentário ou proposta é tipográfica em um poste, em um extremo: inclusivo ou exclusivo, bom ou ruim, preto ou branco. As redes sociais e plataformas digitais tornaram-se vitrines onde todos podem expressar a sua opinião livremente – e isso é bom – não importa que dano possa causar pelo anonimato. Foi o caso desse filme, cujo avanço cinematográfico recebeu várias críticas que garantiram que a história original havia sido alterada para adaptá-la aos “novos tempos”, para ser feminista. No entanto, Linda, Natalia, Mackenzie e Arnold não concordam e o colocam, acima de tudo, como um reflexo perfeito da realidade atual, da sociedade em que estamos imersos. Afinal, é disso que trata o gênero cinema e ficção científica, não é? Viajamos para Los Angeles para conhecer o elenco e saber em primeira mão o que podemos esperar dessa ressurreição de uma franquia que, até recentemente, parecia aniquilada.

Sarah Connor é um papel que marcou uma geração inteira, foi para você também?

MACKENZIE DAVIS: A verdade é que eu não tive a oportunidade de assistir aos filmes até seis meses antes de me envolver no projeto. Posso dizer que achei as duas primeiras entregas bastante relevantes, especialmente o papel de Linda; para aqueles tempos, mas também para a nossa realidade.

Embora Tim Miller diga que acha mais interessante fazer um filme de ação com os principais papéis sendo femininos…

MD: Além do mais, se os protagonistas são homens ou mulheres, o interessante é que há novas histórias. Os espectadores estão acostumados a ver um certo tipo de personagem em um ambiente de ação, mas se os papéis mudarem, isso é atraente. Este filme é centrado em Natalia, uma colombiana, e se passa no México… Tudo isso a enriquece mais.

Natalia e Mackenzie, como foi o primeiro encontro com Linda Hamilton?

MD: Incrível, mas também muito intimidador (risos). Eu estava gravando um filme, mas tive que fazer um teste com ela, então nos conhecemos em um hotel. Cheguei, nos cumprimentamos e quando eu ia começar o ensaio, ela pegou meus ombros e disse: “Assim! Firme! Para trás!“. Fiquei atordoada e pensei: “Oh, Deus! Eu apenas decepcionei Linda Hamilton” (risos). Ela é uma mulher forte, mas, ao mesmo tempo, muito amorosa e calorosa, é alguém que se importa muito com você. Eu poderia dizer que é uma das maiores atrizes com quem já trabalhei.

Qual foi o principal desafio ao filmar O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio?

MD: Transformar o meu corpo (risos). Eu vim para este projeto sem nenhuma experiência em artes marciais ou ginástica. Digamos que o seu corpo se move de uma maneira diferente do que um papel como o meu exige, não é eficiente da maneira que deveria ser. Então eu tive que me adaptar a esse estilo de vida. É como quando você é adulto e quer aprender a tocar um instrumento. Eu tentei o violão há alguns anos e foi muito complicado. Eu me virei para ver meus dedos e gritei: “O que você está fazendo? Essa não é a posição” (risos). A mesma coisa aconteceu agora. Felizmente, eu tinha muitas pessoas muito pacientes ao meu redor.

Natalia está absolutamente certa. Da minha parte, esse projeto foi quando percebi o quão bons os atores envolvidos nos filmes de ação são, como Bruce Willis, Arnold Schwarzenegger ou Linda Hamilton. Seus movimentos precisam ser rápidos e inteligentes, porque há pouco tempo para as filmagens.

Qual foi o envolvimento de James Cameron nesse projeto?

MD: Ele não ia ao set todos os dias, porque estava filmando a sequência de Avatar, mas estava sempre presente. Todos os dias tínhamos anotações do que havíamos feito no dia anterior. Eu acho que a mão dele aparece no filme.

O filme fala sobre viagens no tempo. Se você pudesse fazê-las, em que ano ou década você iria?

MD: Eu acho que ir a qualquer época passada seria um erro, porque eram tempos difíceis para as mulheres. Mmmm Não sei. Eu acho… Desculpe, estou levando essa pergunta muito a sério e posso lhe dizer a qualquer ano (risos). Talvez os anos 70, porque foi uma década muito sexy e quando todos fizeram o que queriam.

  • Fonte I Traduzido e Adaptado por: Laura I Equipe do MDBR




O Mackenzie Davis Brasil é um site feito de fãs para fãs e tem como objetivo principal compartilhar as notícias mais recentes sobre a atriz Mackenzie Davis. Nós não temos qualquer contato com a atriz, seus familiares e agentes. Qualquer artigo, vídeo ou imagem postado nesse site possui os direitos autorais dos seus respectivos proprietários originais, assim como todos os nossos conteúdos produzidos, editados, traduzidos e legendados devem ser creditados sempre que reproduzidos em outro site. É proíbida a cópia total ou parcial deste site assim como deste layout.